Dicas para deixar o home office mais versátil e cheio de bossa

O home office era uma tendência, que se transformou em realidade concreta para muitos brasileiros com a chegada da pandemia de Covid-19. A mudança foi repentina e evidenciou a necessidade de espaços multifuncionais dentro de casa. Em apartamentos e casas pequenas, quartos, salas e varandas ganharam também a função de abrigar um cantinho de trabalho. A DonaFlor Mobília, marca especializada em móveis outdoor que são um convite ao convívio e bem-viver, e que transitam bem em espaços indoor, dá algumas dicas para tornar ambientes versáteis e cheio de bossa para uma boa jornada de trabalho.


Assinada por Rejane Carvalho Leite, a mesa Onda é inspirada na vitalidade perene com que as ondas quebram na areia da praia. Disponível em diferentes tamanhos, elas podem ser quadradas ou redondas e se adaptam a espaços pequenos e amplos. Com tampo em madeira e estrutura leve em alumínio, Onda expressa design atual, conectado ao contemporâneo.


Inspirada na cultura dos povos nativos do Brasil, a cadeira giratória Anauê, de Daniela Ferro para a marca, transita bem em espaços como varandas e livings. A peça mostra tramas que criam um efeito visual leve, sofisticado e original, representando a carga cultural de séculos das pinturas corporais, indumentárias ritualísticas e nos objetos de artesanato do Brasil nativo. A cadeira mergulha na cultura indígena, com sua riqueza de detalhes e significados, dialogando com a modernidade e o espírito cosmopolita do design brasileiro. Geometria, contraste entre texturas, simetria, organicidade e fluidez estética são algumas das características plásticas inerentes à arte indígena brasileira e à Anauê, que significa "você é meu irmão" em tupi, saudação que revela a afetividade e conexão dentre aqueles que formam a primeira peça de um gigantesco mosaico brasileiro: o povo indígena.


Fundamental, a iluminação ganha outra cara com a luminária Pula Corda, da Lattoog para DonaFlor. Buscando uma relação solta, versátil e sempre inesperada, os designers Leonardo Lattavo e Pedro Moog imaginaram a peça como um projeto a ser acabado, com configurações e formas a serem definidas pelo usuário ao fazer nós e caminhos para fixar a luminária.


Além de serem um descanso para o olhar, as plantas também podem ajudar a melhorar a produtividade, segundo estudo da Universidade de Exeter, na Inglaterra, publicado no Journal of Experimental Psychology: Applied. Acessórios como as floreiras Rings e Pingo, assinadas pela Lattoog, e as prateleiras Ishi, do Estúdio Plume, permitem um espaço mais verde e charmoso mesmo em espaços reduzidos, já que ficam suspensas e fixadas na parede.


Rings e Pingo materializam as formas de uma gota d´água, mimetizando a natureza. Já as prateleiras Ishi traduzem a força do simbolismo da pedra do jardim japonês, de forma sutil e delicada. As peças ajudam a deixar o ambiente mais agradável e mais verde.



DONAFLOR MOBÍLIA
www.donaflormobilia.com.br
Tel.: (43) 3251-4917







Siga @MarcosGomesBr e fale comigo !