Dicas de como decorar a casa com quadros



(Projeto da arquiteta Guta Louro. Foto: Rômulo Fialdini)
Uma parede bem decorada é capaz de mudar completamente um ambiente. Escolher o quadro certo pode proporcionar a renovação completa do espaço, além de preencher lacunas antes deixadas em branco. Porém, alguns detalhes são essenciais para não errar na hora da escolha.

Com 10 anos no mercado, a Urban Arts conta com mais de 120 mil obras no acervo de mais de 6 mil artistas entre fotos, pinturas e obras de artes, que são capazes de se adequar a qualquer ambiente. Por isso, a empresa convidou a arquiteta Guta Louro para trazer dicas de como decorar com quadros e transformar as paredes da casa.

Como escolher o local correto?

(Projeto do escritório ArchConceito)
A primeira preocupação deve ser escolher qual o local e a posição perfeita para colocar um quadro. Segunda a arquiteta, basta analisar se algum local está precisando de uma cara nova ou se parece que tem algo faltando. Normalmente, esse item decorativo é utilizado em salas, halls e dormitórios, porém cozinhas e banheiros também podem ganhar em personalidade recebendo uma decoração personalizada. Na hora de escolher a posição correta, uma dica é analisar o pé-direito do ambiente. "A altura correta varia muito, mas normalmente o centro do quadro deve ficar na altura dos olhos dos moradores, algo em torno de 1,60m, e próximos a locais onde as pessoas estejam sentadas", completa.

Crie composições

(Projeto Teto Arquitetura)
Se a ideia é compor uma decoração com diversos quadros, Guta afirma que compor com cores ou temas similares é uma boa opção. "Tentar manter um estilo de moldura padrão entre eles é sempre uma boa saída", afirma a arquiteta. Na hora de dispor, existem diferentes opções utilizando quadros de tamanhos diferentes, colocando em ziguezague, alinhados, criando cenários. Não tem muita regra. Uma tendência que vem conquistando espaço é o uso de fotografias repartidas. A dica é testar a combinação no chão antes para ver se funcionaram na decoração e se a proporção está correta, antes de furar a parede.

Qual a moldura ideal?

Já na hora de escolher as molduras não é necessário seguir apenas um estilo. A repetição faz sentido para uma série de imagens de uma mesma coleção ou artista, ou em composições com obras que estejam conectadas. "Escolha sempre uma moldura que não 'brigue' com a obra ou que agregue a ela. Existem estilos mais apropriados para diferentes obras e existem quadros que foram feitos para não terem molduras", destaca Guta.

Destaque os quadros

(Projeto Mira Studio. Foto: Lilia Mendel)

Depois de escolhido a posição e a obra perfeita, é hora de deixar a peça, ou a composição, em destaque. Uma boa solução é utilizar uma iluminação direcionada para o quadro, de preferência com lâmpadas LED, que evitam possíveis danos causados às obras devido ao calor emitido pela lâmpada comum, alerta Guta. Outra dica é aproveitar os espelhos do local para ampliar a sensação de luminosidade. Apoiar os quadros no chão ou em cavaletes criam um efeito único, tornam o ambiente estiloso e complementam a decoração do ambiente. Segundo a arquiteta, dependendo do tamanho da parede, do quadro, do espaço e da composição de cores é possível brincar com composições ou com quadros maiores individuais e se o quadro for muito grande, o melhor é deixá-lo em destaque sozinho.

Urban Arts
www.urbanarts.com.br
@urbanarts









Siga @MarcosGomesBr e fale comigo !