Escritório para os novos tempos

Móveis se adaptam às novas demandas e apresentam soluções para a retomada gradual

 

Com a retomada gradual, mesmo que ainda longe da normalidade, todos os ambientes precisaram ser modificados para se adaptarem às novas regras sanitárias com todo o cuidado necessário para o retorno das atividades profissionais presenciais.


Dessa forma, é essencial planejar e preparar os escritórios para estes novos tempos, com o intuito de atender às normas de distanciamento e higiene para oferecer segurança aos colaboradores, assim como realizar mudanças quanto ao seu funcionamento. Além do aumento da higienização, a readequação do layout do ambiente, alteração das rotinas de trabalho de forma definitiva ou flexibilizada, os móveis utilizados também precisam ser repensados.


Diversas empresas têm apresentado soluções para atender esta nova demanda. Desde materiais que auxiliem na limpeza, até novos acessórios que facilitem o retorno à rotina. Entre elas, está a F.Way, que criou em parceria com o diretor artístico da marca, Ricardo Bello Dias, o New Way, que busca repensar os espaços de trabalho a fim de oferecer mais segurança para as pessoas no retorno aos escritórios.


Aplicado no sistema Jelly e no sofá Wave, o New Way permite que sejam repensados os layouts dos dois produtos, personalizando-os de diversas formas, com ilhas de reunião, mesinhas soltas e painéis como divisórias. "Projetamos os dois sistemas contendo assentos modulares, mesas e estantes que criam espaços colaborativos podendo ser configurados em curvas ou retas", afirma Bello Dias. Segundo ele, os acessórios como divisórias e painéis acústicos, proporcionam maior privacidade e segurança atendendo aos mais variados layouts.


O que em um primeiro momento causou perplexidade, surgiu como uma oportunidade para designer e marcas repensarem os objetos do nosso dia a dia. Para Bello Dias, é necessária uma profunda análise sobre o papel do design na busca por um novo equilíbrio. "Neste momento creio que é necessário mais coerência e sensibilidade para repensar hábitos e olhar para o futuro com maior consciência", afirma.


Nos últimos anos, o conceito de mobiliário corporativo tem se transformado e a todo momento surgem novas demandas, especialmente aquelas relacionadas à conectividade e a necessidade de termos ambientes completos em pequenos ambientes. Por isso, o sistema Jelly é preparado com entradas USB opcionais e carregador por indução. Tudo pensado para atender as principais tendências do mercado de arquitetura corporativa. "Creio que os produtos deverão ter maior flexibilidade e capacidade de adaptação a diversas funções e necessidades do usuário, além de uma maior atenção a privacidade e higiene", completa o designer.

 


www.fway.com

@fway_oficial

(14) 3662-9000








Siga @MarcosGomesBr e fale comigo !