Cama baixa é a tendência asiática que traz modernidade e acolhimento para a decoração

Modelo evidencia outros elementos do quarto, como estantes e painéis, e combina o estilo clássico oriental

Cama e cabeceira baixas são destaques em projeto da Augen Marcenaria Personalizada (foto: Patrícia Maia)

Muito incorporadas em decorações minimalistas, as camas baixas otimizam espaços de forma versátil e personalizada, além de criar uma proporção diferente em quartos com pouco espaço e estreitos, já que passam a impressão de limpeza e amplitude. Do ambiente. É o modelo ideal para quem procura renovar o espaço de maneira leve e informal.


No Oriente, principalmente no Japão, o modelo é utilizado há séculos pois acredita-se que, quanto mais próximo do chão a pessoa se deitar, melhor será a qualidade do sono, visto que a troca de energias com a terra diminuirá o peso da vida cotidiana e renovará o estado de espírito.


Em projeto da Augen Marcenaria Personalizada para um quarto de casal, a cama e a cabeceira conferem um toque de acolhimento na medida certa. "Nas camas bem próximas ao chão, com estruturas de sustentação mais baixas, as cabeceiras geralmente são pequenas e sem muitos detalhes, bem de acordo com a estética nipônica", explica Arnaldo Avelino, curador de projetos da marca.


Em quartos infantis, de solteiro ou casal, a marcenaria personalizada permite a criação de móveis singulares que valorizam o espaço e atendem às necessidades e desejos dos moradores.

Augen Marcenaria Personalizada

http://augenmoveis.com.br







Siga @MarcosGomesBr e fale comigo !